A narrativa de dados é estratégica para o BI

BI Data Storytelling

A narrativa de dados é um elemento estratégico do Business Intelligence (BI) . À medida que as empresas criam uma cultura orientada a dados, o data storytelling orienta um diálogo sobre os dados. Com isso as equipes podem ampliar as conclusões possíveis, mas não definitiva, sempre com foco no objetivo do público-alvo. Esse é o caminho para uma cultura data drive.

Com Data Storytelling a viagem aos insights passa a ser mais interessante do que o destino final. Para definir BI vamos utilizar a citação da pesquisa de Lian Duan e Li Da XuNo (2012):

“… É o processo de transformação de dados brutos em informações utilizáveis para maior efetividade estratégica, insights operacionais e benefícios reais para o processo de tomada de decisão nos negócios”.

Nesse sentido no desenvolvimento do BI, o desafio está em definir e estruturar a coleta, organização, analise, compartilhamento e monitoramento dos diversos conjuntos de dados, que serão utilizados para gestão ou tomada de decisão.

Inicialmente pensamos que a análise de dados é suficiente para a ou a compreensão dos dados do BI, mas com a quantidade exponencial de informações geradas, é necessário ampliar esse olhar para enxergar novos insights.

Contar a histórias de dados pode ser aplicado em diversas etapas do desenvolvimento do BI, onde pode ser um agente facilitador de processos, ajudando a compreensão da equipe dos diversos conjuntos de dados.

Para obter essa visão ampliada podemos reunir técnicas de storytelling, visualização e análise de dados, assim, a própria definição do data storytelling, que oferece uma nova forma de ver e utilizar os dados com foco no público-alvo.

Um exemplo que podemos trazer de data storytelling é quando precisamos incluir no BI uma nova pesquisa de satisfação dos clientes. Identificamos primeiramente quem dentro da empresa pode ser um público alvo, relacionando com os objetivos de interesse de cada um. Na sequência listamos todas as análises e insights que podemos obter desse novo dataset.

Com isso começamos a listar quais são os tópicos de roteiro, que sequência que essa história contada a partir desses dados faz sentido para atender os objetivos do público-alvo. Lembrando que em toda história definimos um arco narrativo, que nesse caso utilizará os dados como atores principais.

A narrativa de dados é estratégica para o BI

Autor: Stéfano Carnevalli é Data Storyteller e têm realizado pesquisas com tecnologias imersivas para apresentação de história de dados.

Leia também: Visualização imersiva de dados e Data Storytelling

Cursos “Data Storytelling, planejando a história dos dados”:

SYMPLA – aulas ao vivo e ambiente EAD

Udemy – Aulas gravadas com arquivos e exercícios práticos